Pensar “fora da caixa”

A realidade do mundo atual está em constante mutação e, esta mutação verifica-se, hoje em dia, a um ritmo cada vez mais acelerado. Fruto desse ambiente em constante mudança são as alterações nas necessidades e comportamentos dos seres humanos, produtores e recetores das propostas de valor das organizações.

Isto leva a que a capacidade de pensar fora da caixa se tenha tornado numa competência fulcral a qualquer organização que reconhece esta conjuntura e compreende que tem de ter no seu ADN as ferramentas que lhes permitem captar este fenómeno e entregar a proposta de valor a ele adequado.

Para responder a estas questões a InoDev desenhou Culture Pack como a ferramenta de base para dotar as empresas de um mindset e de uma cultura que lhe permitirá, de forma natural, orgânica e integrada nos seus processos, identificar constantemente as oportunidades da sua indústria, as necessidades dos clientes e a forma como a sua empresa deverá atuar para as satisfazer através das seguintes etapas:

Z

Identificação da cultura existente

Z

Evento de brainstorming (2 a 3 dias)

Z

Programação e definição das acções a desenvolver nas fases seguintes

Z

Criação das ferramentas para implementação das mudanças acordadas

Z

Descrição e redesenho de processos

Z

Criação dos conteúdos de formação adaptados à realidade da empresa

Z

Criação dos sistemas de reporting e medição da cultura de inovação, de modo a lançar o processo de mudança organizacional

Z

Formação c/ ações de coaching e envolvimento dos colaboradores

Z

Ações de comunicação interna e sensibilização

Z

Acompanhamento organizacional

Z

Implantação de um método sistemático de avaliação do processo implementado e da cultura de inovação

Z

Certificação em inovação

Z

Ações de comunicação externa para aquisição de employer branding

Z

Método de auditoria aos processos de inovação implementados

Comportamentos que geram uma cultura de inovação:

N

Ser intencional na vontade de inovar

É fácil considerar a inovação fulcral. O que distingue os verdadeiros inovadores é a prioridade que lhe dão.

N

Celebrar o erro

O falhanço é amigo da inovação. Quanto mais rápido ele surgir mais eficientemente terá o conhecimento que lhe permitirá descobrir o caminho certo.

N

Criar métricas

Inovação não é arte nem criatividade. É uma ciência, tem objetivos e tem de ser mensurável.

N

Acolher a diferença

Só o confronto de diferentes perspetivas despoleta a inovação. Garanta que este choque não é pessoal e que todos estão focados no melhor para empresa e constate que o todo é realmente mais que a soma das partes.

Caso de Estudo

cs-blanc

Produto

cta-icp-pdf

barra_assinaturas
© 2011 – 2017 inoDev